Pesquisa

Operação integrada desarticula organização criminosa no Litoral Norte de Alagoas

Polícia

Operação integrada desarticula organização criminosa no Litoral Norte de Alagoas

Compartilhe

A Secretaria da Segurança Pública deflagrou, nas primeiras horas desta sexta-feira (12), uma operação integrada, denominada de Bigato, para desarticular uma organização criminosa que atuava em municípios do Litoral Norte. Foram cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e quatro de prisão temporária. 

A operação foi batizada de Bigato por alusão a larvas de moscas que são facilmente camufladas com outros materiais. No caso da operação, a analogia se deu por todos os envolvidos serem oriundos dos municípios onde ocorreu a operação, que se passavam por pessoas comuns, mas praticavam vários crimes. A ação também foi comandada pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (Dnarc) e 6º Batalhão da Polícia Militar. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) participou do cumprimento dos mandados.

De acordo com as investigações, a organização criminosa agia em Porto Calvo e Maragogi realizando tráfico de drogas e outros crimes. O grupo também é envolvido em porte ilegal de arma de fogo e vinha amedrontando a população e causando prejuízo com as atividades ilícitas. 

Diante dos fatos apresentados, a 17ª Vara Criminal da Capital expediu os mandados, que foram cumpridos nesta manhã. Luís Henrique da Silva Santos, Michele da Conceição de França Matias Góes, e um homem identificado apenas como Henrique, o ?Mago? foram presos em cumprimento a mandado de prisão. Com Michele os policiais apreenderam cerca de 500 gramas de maconha in natura e uma balança de precisão. 


Continua depois da Publicidade

Michele e Henrique foram levados à Delegacia Maragogi, para a realização dos procedimentos cabíveis. 

Já Luís Henrique foi encaminhado para a Delegacia Regional de Matriz do Camaragibe. 

Durante o cumprimento dos mandados, Sebastião dos Santos, conhecido como ‘Té’, e José Marcos Silva dos Santos, o ‘Branco’, receberam as equipes policiais a tiros. Os militares reagiram à injusta agressão e Sebastião e José foram atingidos. Eles ainda chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. 

Sebastião foi abordado no povoado Muruim, em Maragogi, e tinha em seu poder duas espingardas calibre 32 e um revólver calibre 38. O material apreendido foi levado para a delegacia de Maragogi. 

Já José Marcos estava em casa, localizada em Porto Calvo, onde os policiais apreenderam um veículo Vectra, 400 gramas de maconha, um revólver calibre 38, três cartuchos de munições deflagradas e outras três pinadas. Este material foi encaminhado à Delegacia Regional de Porto Calvo. 

A população deve ajudar o trabalho da Segurança Pública através do Disque Denúncia, ligando 181. O sigilo é garantido.

Gazeta web


Continua depois da Publicidade

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *