Pesquisa

Flexeiras – Casos de dengue aumentam e preocupa população, Secretaria de Saúde emite nota

Cidades

Flexeiras – Casos de dengue aumentam e preocupa população, Secretaria de Saúde emite nota

Compartilhe
Foto reprodução: Internet

Um Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2019, que foi divulgado pelo Ministério da Saúde no mês de abril, mostrou que 22 municípios de Alagoas estão com risco de surto para dengue, zika e chikungunya. O município de Flexeiras está incluso e dentro da lista de cidades que estão em alerta, segundo o ministério.

Nas redes sociais a população fala sobre os casos de dengue que já é considerado preocupante devido ao número de pessoas infectadas.

“Fiz uma breve pesquisa e confesso, é algo que está me deixando muito preocupado, moro aqui no Iraque, na mesma casa à onze anos, nunca tive problemas com mosquitos pernilongos, e nos últimos dias minha casa tem sido invadida por estes insetos.
Diante dos casos de dengue que temos visto em nossa cidade, isso me deixa muito apreensivo.
Recentemente uma amiga Flexeirense, foi diagnosticada com dengue hemorrágica e está hospitalizada em estado que requer muito cuidado e atenção”, disse um dos internautas.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde de Flexeiras, informou sobre os casos no município, e orientou sobre os cuidados para combater o mosquito, veja na integra.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Flexeiras, tomando por base informações veiculadas pelos meios de comunicação, quanto ao aumento de casos suspeitos de Dengue, Zica e Chikungunya em Alagoas vem informar a população de Flexeiras que:


Continua depois da Publicidade

  1. O município de Flexeiras apresenta um aumento no registro de casos suspeitos de Dengue quando comparado com o ano de 2018;
  2. A Dengue é uma doença que está fortemente relacionada com variações meteorológicas. A variação sazonal da temperatura e da pluviosidade influenciam a dinâmica do vetor e a incidência da doença em todo pais;
  3. Tendo por base o Programa Nacional de Controle da Dengue – SISPNCD, o município de Flexeiras vem apresentando um índice de infestação predial 1.70, configurando o município numa situação de ALERTA;
  4. O município de Flexeiras não apresenta surto de Dengue;
  5. A Gestão Municipal e os Profissionais de Saúde estão assegurando assistência e monitoramento nos caso suspeitos de Dengue;
  6. Segundo a Nota Informativa SUVISA Nº 25/2019 02 de Maio – Estão sendo assegurado os exames laboratoriais específicos para Dengue;
  7. Visando reduzir o índice de infestação por Aedes aegypti, são realizadas as visitas domiciliares pelos Agentes de Endemias, seguindo as orientações do Ministério de Saúde;
  8. Ampliando a luta contra o Aedes aegypti, foram reforçados a inserção do Agente Comunitário de Saúde nas ações de prevenção e controle da Dengue;
  9. Seguindo o que preconiza a Secretaria Municipal de Saúde de Flexeiras, semanalmente alimenta o Sistema de Informação Dengue online, monitorando os casos e fechando de acordo com os resultados laboratoriais;
  10. Implantados medidas de controle, promovendo a integração das áreas na saúde no combate ao vetor;
  11. Faz-se necessário nessa luta a participação da população no combate aos criadouros do Aedes através de adoção de medidas que implica numa mudança de comportamento, NÃO ACUMULE ÁGUA NA LAGE, TAMPE SUA CAIXA D’ÁGUA, BALDES E DEPÓSITOS, ACONDICIONE O LIXO DE FORMA CORRETA, COLOQUE AREIA NOS VASOS DE PLANTA, CUIDE DO SEU QUINTAL, são atitudes simples que podem salvar vidas.

Flexeiras, 10 de Junho de 2019
SETOR DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA”

Outros municípios vizinhos também estão na lista de alerta do Ministério da Saúde, como por exemplo, Rio Largo, Messias, Novo Lino e Colônia.

Por Anderson Claudio.


Continua depois da Publicidade

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *