Pesquisa

Advogado pode pedir transferência de agressor de Bolsonaro para o DF

Geral

Advogado pode pedir transferência de agressor de Bolsonaro para o DF

Compartilhe

Continua depois da Publicidade

Adélio Bispo está preso em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul

Adélio Bispo está preso em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul
Reprodução / Youtube

Zonone Olveira Júnior, advogado do autor confesso do ataque ao presidente Jair Bolsonaro (PSL), revelou ao R7 que analisa a possibilidade de pedir a transfência do suspeito do crime para o Presídio Federal de Brasília.

O pedreiro Adélio Bispo de Olveira, que é de Montes Claros, cidade do Norte de Minas Gerais, a 422 km de Belo Horizonte, está detido na Penitenciária Federal de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Segundo o defesor do caso, a questão está sendo avaliada por ele e pelos outros advogados que atuam na ação. Contudo, o pedido só seria feito após a divulgação da sentença judicial, que deve acontecer até o próximo dia 20 de junho.

O despacho que Zanone aguarda é a que vai decretar se o pedreiro foi mesmo o culpado ou não pelo esfaqueamento.

— A unidade de Brasília seria interessante para que o Adélio fique internado em um local mais próximo da família dele. Se decidirmos pedir a mudança, isso só vai acontecer após a divulgação da sentença.

Laudos periciais atestaram que o réu sofre de problemas psiquiátricos que não o permite discernir sobre a realidade. Dessa forma, ele não pode ser condenado.

Na prática, se culpado, Adélio terá que cumprir uma medida de segurança que é ficar internado em uma clínica para fazer tratamento psicológico.

Diante à iminente sentença, Zonone Olveira Júnior já pediu à Justiça que o tratamento seja cumprido dentro da prisão, em vez de levar Adélio para um manicômio.

— Segundo o psiquiatra forense Hewdy Lobo, o presídio federal tem a estrutura necessária. Queremos isso porque o Adélio recebeu ameaças de morte quando ele estava no presídio estadual.

Nesta segunda-feira (10), a Justiça Federal realizou em Juiz de Fora, a 283 km de Belo Horizonte, cidade onde ocorreu o ataque, a última audiência de instrução que acontece antes do juiz emitir a sentença.

Conforme informou o R7 nesta terça-feira (11), o procurador da República Marcelo Borges De Mattos Medina informou durante a reunião que o Ministério Público Federal é a favor da internação compulsória de Adélio Bispo.

Source: R7

Tags:

Você também vai curtir

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *