Pesquisa

Acusado de matar agente penitenciário é preso em Fortaleza após 11 anos

Polícia

Acusado de matar agente penitenciário é preso em Fortaleza após 11 anos

Compartilhe

Continua depois da Publicidade

Após 11 anos foragido, foi preso em Fortaleza (CE) neste final de semana, o taxista Carmenon Bomfim dos Santos, de 65 anos. Ele é acusado de matar em 2008, o agente penitenciário Clodoval Batista do Nascimento, conhecido como “Ninho”.

O suspeito foi localizado após ação do Grupo de Investigação da Delegacia Geral (GIDG) da Polícia Civil de Alagoas, com apoio de policiais da Unidade Tática Operacional da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), do Ceará.

O crime aconteceu em 24 de dezembro daquele ano, motivado por vingança, após uma confusão envolvendo a irmã de Ninho, que teria um envolvimento amoroso com Carmenon. Um mês antes do crime, o agente teria disparado contra o taxista, no bairro do Bebedouro, durante uma briga, mas sem feri-lo.


Continua depois da Publicidade

Em vingança, Carmenon acertou Ninho nas costas, no momento em que a vítima chegava no carro de um sobrinho a uma borracharia localizada no cruzamento da linha férrea com a Ladeira do Calmon. Após cometer o crime o acusado teria fugido em um táxi, onde outros homens o estariam aguardando.

À época do crime, os familiares apontaram a vítima como um bom profissional querido e respeitado.

As investigações do caso foram conduzidas pelo delegado Robervaldo Davino, então titular do 4º Distrito da Capital.

Carmenon Bomfim teve a prisão preventiva decretada pelo juiz Maurício Breda, da 17ª Vara da Capital, a pedido do delegado Davino. 

Ele deverá ser transferido para Maceió e levado para o sistema prisional no próximos dias.

Alagoas24Horas


Continua depois da Publicidade

Faça um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *