Notícia

CNM completa 38 anos e AMA destaca lutas e conquistas da Entidade

No dia em que a Confederação Nacional dos Municípios – CNM- comemora 38 anos, a AMA se une as comemorações destacando o papel importante e fundamental da Entidade como principal defensora da causa municipalista. Um pouco mais nova – 37 anos a serem comemorados no próximo dia 16 de fevereiro- a Associação alagoana é uma das principais parceiras e tem orgulho de ter participado, desde 1998, das primeiras articulações, incluído a realização da primeira Marcha a Brasília.

Desde o início da fundação, os prefeitos já enfrentavam falta de autonomia política e financeira. Eles estavam esgotados de tentar um diálogo frustrado com o governo federal. Era preciso dar voz aos Municípios.

Foi quando surgiu a Confederação, que à época, abrigava apenas quatro estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Minas Gerais. Dois anos mais tarde, 1982 a entidade experimentou sua primeira grande conquista: o aumento do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de 10,5% para 16%.

Em 1985, veio um novo aumento para 17%. Pouco a pouco os gestores municipais foram galgando seu espaço. No ano de 1997, Paulo Ziulkoski assume a liderança da CNM. A entidade começou a se fortificar, era convidada a participar de encontros estaduais e essa presença veio a culminar na I Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, em 1998.

Mais de mil prefeitos compareceram ao encontro para apresentar a pauta municipalista ao governo e ao Congresso Nacional. Essa reunião foi um marco na história do movimento municipalista e, hoje, já faz parte do calendário do movimento. A Marcha se tornou o maior evento de autoridades locais em toda a América Latina.

 

fonte: AMA – Associação dos Municípios Alagoanos