Notícia

São Paulo tenta evitar que saída de Pinotti afete planejamento de 2018

O pedido de demissão de Vinicius Pinotti, então diretor executivo de futebol do São Paulo, na quarta-feira, pegou muita gente de surpresa, ainda que a relação dele com o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, já estivesse conturbada. De olho em 2018, o clube agora tenta evitar que a saída de Pinotti possa atrapalhar o planejamento para a próxima temporada.

Nos corredores do Morumbi, há receio de que negociações de possíveis reforços, em que Pinotti era um dos principais agentes do São Paulo, possam ser afetadas. Um exemplo é a avançada conversa que o time, através de Pinotti, tinha com o Bahia pelo goleiro Jean.

O Estado apurou que o São Paulo, porém, confia no trabalho do advogado do departamento de futebol, Alexandre Pássaro, e do diretor adjunto Fernando Chapecó, que continuam nos cargos. Eles devem conduzir e ganhar maior protagonismo nas negociações, juntamente com Leco.

A tendência é de que o presidente do São Paulo defina ainda nesta semana um substituto para Pinotti. O ex-jogador Raí é visto como o nome mais cotado para assumir o cargo.

fonte: R7 Esportes

We cannot display this gallery