Notícia

Sessão plenária da câmara de vereadores tem cobranças e “desabafos”

A situação atual do município de Joaquim Gomes na questão administração tem repercutido entre os vereadores, na sessão plenária desta quarta-feira (22), ela foi tema central. 

Nilson Macario (PP), fez questão de enfatizar o trabalho dos parlamentares, usou varias analogias para relatar as “dificuldades” de ser um vereador em Joaquim Gomes. Nilson de ante-mão, fez uma cobrança, e ao mesmo tempo criticou o setor jurídico da Prefeitura, liderado pelo procurador Michel Galvão, onde o mesmo foi citado por sua morosidade em ajuizar ações contra a ex-prefeita Ana Genilda,  que para o parlamentar, é uma das pivôs da situação calamitosa em que se encontra o município.

Nilson ainda destacou que se o prefeito não encabeçar a responsabilização dos gestores passados, a atual Câmara já se prepara para tomar uma atitude, pois os atuais parlamentares não podem ficar omissos ao que aconteceu, e nem ao que está acontecendo.

Nilson foi aparteado pelo vereador Ivaldo Gomes, que demonstrou apoio as palavras do colega, ele relatou que a apesar de ser líder do governo, a situação em que se encontra o município, é digna de um forte diálogo com o Prefeito para se encontrar alguma solução, ele ainda acrescentou dizendo que vai procurar o chefe do executivo, para tratar das pessoas que são concursadas, e que se encontram afastadas de suas funções, sem a menor justificativa.

Amilson Rafael (PODEMOS), alertou sobre a falta de “fitas” para a o teste de glicemia nas unidades de saúde de Joaquim Gomes, ele relatou que um morador o procurou para denunciar a a falta do material. Amilson utilizou o fato em tom de denúncia, cobrando uma solução urgente por parte da Secretaria Municipal de Saúde.

O parlamentar também destacou a precariedade no acesso ao povoado Camaçari, próximo ao distrito de Agrisa, ele relatou que por várias vezes solicitou do Secretário de Agricultura, a recuperação do trecho, e que mesmo após tantas solicitações, o problema não foi resolvido. Paulinho Batista (PV), aproveitou a cobrança do Vereador Amilson, e lembrou que o mesmo acontece com a ponte de acesso, onde a madeira para a sua recuperação já foi disponibilizada, porém até o momento ninguém sequer iniciou os trabalhos de recuperação.

Amilson também relatou o problema da iluminação pública nas comunidade, ele não esqueceu de dizer o quão foi difícil gerir a Secretária de Gestão Pública no governo de Toinho Batista, mas o mesmo lembrou que com planejamento, as coisas podem ser resolvidas.

Foi notório o clima de descontentamento com o governo de Adriano Barros na sessão plenária da Câmara, onde chegou até ser tratado, o assunto de uma possível reforma no secretariado do Prefeito, fato que o Presidente da Câmara, Nino da Pimenta (PSB), aliado direito do Prefeito, também não descartou.

A sessão deliberou um requerimento de autoria do Vereador Val Braga, para a construção de lombadas físicas na Rua João Estevam Lins no Bairro da Asplanas, e teve a presenta dos Vereadores: Amilson Rafael (PODEMOS), Nino da Pimenta (PSB), Ivaldo Gomes (PMDB), Paulinho Batista (PV), Alisson David Gomes (PSD), Nilson Macário (PP), Vera  Gonzaga (PMN) e Val Braga (SD). Ausentes: Ednaldo Antônio (PP) e Zé Joãa (PP).

Assista a Sessão

 

 

We cannot display this gallery