Notícia

Alckmin: STF acertou em decisão sobre parlamentares afastados

Alckmin quer prévias para definir candidatos do PSDB

Alckmin quer prévias para definir candidatos do PSDB
João Godinho/O Tempo/Estadão Conteúdo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), classificou como correta a decisão do colegiado do STF (Supremo Tribunal Federal) de repassar ao Congresso a palavra final sobre o afastamento de parlamentares. 

— Os Poderes são independentes e devem ser harmônicos. A decisão foi correta no sentido de evitar crise institucional entre os Poderes. Além disso, assegura que pode haver medida cautelar, mas no caso do parlamentar, tem que ouvir o Parlamento.

A decisão da Suprema Corte afeta diretamente o senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado por decisão da Primeira Turma do STF, que também determinou seu recolhimento noturno.

Fraga: Eleitor de Doria não é o mesmo eleitor de Alckmin

O julgamento ocorreu nesta quarta-feira (11). A presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, desempatou a decisão. Após uma confusão em seu voto, ficou decidido que tanto o afastamento quanto outras medidas que afetassem “direta ou indiretamente o exercício do mandato a parlamentares” poderiam ser encaminhadas para a análise do Poder Legislativo.

A expectativa, agora, é que o Senado não aprove o afastamento nem o recolhimento noturno de Aécio, em votação marcada para o próximo dia 17.

Eleições 2018

Sobre a corrida presidencial do ano que vem, Alckmin voltou a dizer que defende prévias para a escolha do candidato do PSDB e afirmou que mantém ótima relação com o prefeito da capital, João Doria (PSDB) , que também pleiteia a vaga tucana. Esse tema, no entanto, ainda não tem despertado a atenção do eleitor, que vai ser mais exigente na hora certa, segundo ele.

fonte: R7

We cannot display this gallery