Vôlei

Voos de Avancini no cenário internacional o colocam como segundo melhor do mundo

10/07/18 às 11:20
redacao

Daniel Ottoni | @superfc
10/07/18 – 11h20

Os resultados expressivos em nível internacional fizeram com que o ciclista Henrique Avancini, natural de Petrópolis (RJ) desse um salto que sempre buscou na carreira. No último fim de semana, ele terminou em quarto lugar na etapa da Copa do Mundo de Val di Sole (ITA), resultado inédito para um representante do país nesta competição. Nos últimos anos, Avancini tem acumulado colocações de destaque no cenário mundial, competindo de igual com os principais nomes da modalidade. Até poucos anos atrás, esta realidade parecia algo distante, mas agora ela aparece parar coroar um trabalho de alto nível do fluminense.

Nesta segunda-feira, a União Ciclística Internacional (UCI) divulgou o ranking atualizado do mountain bike cross-country com uma surpresa mais do que bem-vinda. Avancini está na segunda posição, superando todos os outros resultados que um tupiniquim já havia conquistado na carreira. 

“Estou super feliz com essa marca alcançada. Sempre trabalhei muito tempo pensando em crescer e ser melhor, mas nunca tive um número na cabeça. Não sei o que vem pela frente, mas vou continuar trabalhando. É difícil digerir isso, porque não deixei de ter grandes objetivos pessoais. Minha postura como atleta será a mesma, de querer crescer. Às vezes as coisas se concretizam, você sobe no ranking com melhores resultados, às vezes não. Tenho buscado me aprimorar e é uma felicidade enorme ver isso concretizado em uma tabela, em um número. Fico feliz em trazer mais essa alegria para o esporte brasileiro e para o nosso mountain bike. Um dia especial para mim”, comemora o atleta. 

Um dos momentos mais importantes para Avancini veio no Mundial de Cairns, na Austrália, em setembro do ano passado, quando chegou em quarto lugar, algo que um brasileiro nunca havia feito nesta competição. Os pontos o fizeram sair do 14º posto no ranking para entrar no top 10, uma marca perseguida há algum tempo. Desde então, Avancini tem ido além e feito provas regulares para melhorar, ainda mais, sua posição na classificação mundial. Com 1.546 pontos no ranking, ele está atrás apenas do suíço Nino Schurter (SUI), com 2.170, um dos grandes nomes do pedal. 

fonte: O Tempo

Últimas Notícias