Repórter da CBF TV é vítima de assédio durante cobertura da Copa - 40graus

Repórter da CBF TV é vítima de assédio durante cobertura da Copa

30/06/18 às 12:02

cesar sacheto

A repórter Laura Zago, da CBF TV, foi assediada por um torcedor sérvio quando entrevistava torcedoras antes da partida entre Brasil e Sérvia, na quarta passada, na Arena Spartak, em Moscou.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

A CBF postou o vídeo em uma rede social neste sábado (30) com a hashtag "Deixa Ela Trabalhar" (#deixaelatrabalhar), campanha iniciada por jornalistas no Brasil após vários casos de assédio e agressão a repórteres em partidas dos campeonatos nacionais.





Nas imagens, é possível ver a jornalista tentando se esquivar do agressor. Laura Zago revelou em sua conta pessoal no Instagram que já havia sido assediada outras duas vezes durante a cobertura da Copa e lembrou episódios vividos por outras colegas de profissão.

"Eu não fui a primeira e, infelizmente, não serei a última a passar por esse tipo de constrangimento. Não é que aqui na Copa do Mundo isso esteja acontecendo, acontece sempre. Aconteceu comigo três vezes nesta Copa, mas já aconteceu com colegas de profissão no Brasil", escreveu Laura Zago.

Como em outras situações semelhantes ocorridas no Mundial da Rússia e registradas em vídeos, os agressores saíram sem sofrer qualquer punição.

Copa 2018: vejas as melhores imagens de Sérvia x Brasil








      Let's block ads! (Why?)

fonte: R7 Esportes

Destaques do 40graus