Governador assina ordem de serviço para construção do Hospital Metropolitano - 40graus

Governador assina ordem de serviço para construção do Hospital Metropolitano


27/03/17 às 12:20

Redação

Governador assina ordem de serviço para construção de hospital

Gazeta Web
Larissa Bastos

Orçado em R$ 64 milhões e com capacidade para 180 leitos, o Hospital Metropolitano teve sua ordem de serviço assinada nesta segunda-feira (27), pelo governador Renan Filho e pelo secretário da Saúde, Christian Teixeira. A solenidade aconteceu no local onde será erguido o prédio, na Avenida Menino Marcelo, no Tabuleiro do Martins.

Segundo o governador, a obra deve durar 17 meses e, depois de concluída, a unidade contará com 100 leitos para atendimentos clínicos, 20 para UTI adulto e pediátrico, e 20 de UCI e UTI Neonatal. Também serão disponibilizados 40 leitos obstétricos para partos normais.

“Foi um compromisso assumido com a população de Alagoas e Maceió. Hoje lançamos essa obra que é a realização de um sonho antigo”, disse Renan. “Ampliando a rede, vamos ter condição de reduzir a lotação de algumas unidades e de atender o cidadão mais próximo de onde ele mora. Isso vai ajudar a desafogar o HGE e as UPAs”.

O chefe do Executivo estadual destacou que a construção será iniciada com recursos próprios, mas uma emenda da bancada federal deve garantir o restante da verba. Originalmente orçado em R$ 91 milhões, o hospital acabou saindo mais barato depois da concorrência na licitação. 

“Com a ampla concorrência, onde mais de 35 empresas participaram do edital, a empresa vencedora ganhou a licitação com R$ 64 milhões e foi um grande desconto, que demonstra transparência. Com essa economia, vamos adquirir boa parte dos equipamentos necessários para o funcionamento”, afirmou o governador.

Durante a assinatura da ordem de serviço, ele ainda prometeu a construção de unidades no interior de Alagoas. De acordo com Renan, a licitação para o hospital de Porto Calvo deve ser divulgada ainda esse mês, enquanto a de Delmiro Gouveia está prevista para o final de abril.

Autoridades prestigiam assinatura da ordem de serviço do hospital

Hospital Metropolitano

O Hospital Metropolitano terá a capacidade de realizar cerca de 10 mil consultas por mês, atendendo principalmente a população da parte alta da capital e dos municípios da Zona da Mata e Região Norte. A unidade também garantirá a realização de 17.030 exames de imagem e laboratoriais e mais de 1200 internações mensalmente.

A área construída será de 13.904,19 m2 em uma área total de 57.058,87 m2 e a obra deve acontecer em três turnos. Os recursos para construir e equipar a unidade são provenientes do Fundo Estadual de Combate a Erradicação da Pobreza (Fecoep) e de emendas parlamentares. 

O Leitor Comenta